Arquivo da Categoria ‘Tecnologia’

O Brasil ID

Quarta-feira, 5 de Janeiro, 2011

Através de um acordo de cooperação técnica firmado em 31 de agosto de 2009 entre o Ministério da Ciência e Tecnologia, a Receita Federal e os Estados da União por intermédio de suas Secretarias de Fazenda, formalizou-se o início do Sistema de Identificação, Rastreamento e Autenticação de Mercadorias, nominado como “Brasil-ID”, que se baseia no emprego da tecnologia de Identificação por Radiofreqüência (RFID), e outras acessórias integradas para realizar, dentro de um padrão único, a Identificação, Rastreamento e Autenticação de mercadorias em produção e circulação pelo País. O projeto é coordenado pelo Centro de Pesquisas Avançadas Wernher von Braun em conjunto com o ENCAT.

Objetivo do Projeto

Desenvolver e implantar uma infra estrutura tecnológica de hardware e software que garanta a identificação, rastreamento e autenticação de mercadorias produzidas e em circulação pelo Brasil, com a utilização de chips RFID, visando padronizar, unificar, interagir, integrar, simplificar, desburocratizar e acelerar o processo de produção, logística e de fiscalização de mercadorias pelo País.

Objetivos Específicos do Projeto

  • Racionalizar e agilizar, no âmbito do governo, os procedimentos de auditoria e fiscalização de tributos, mercadorias e prestação de serviços;
  • Propiciar, no âmbito das empresas, redução significativa de custos e melhoria nos processos de produção, armazenagem, distribuição e logística;
  • Propiciar, no âmbito do governo, maior controle da industrialização, comercialização, circulação de mercadorias e prestação de serviços, no intuito de reduzir significativamente a sonegação fiscal, o contrabando, o descaminho, a falsificação e furto de mercadorias no País, favorecendo, portanto, a um ambiente de concorrência leal;
  • Criar um sistema nacional de gestão do Brasil-ID (Back-Office) que interaja e integre aos sistemas do governo e empresas que poderão demandar ou prover recursos próprios;
  • Especificar, analisar, projetar, dimensionar e desenvolver softwares básicos de gestão nacional e centralizada de dados e transações do Brasil-ID a ser gerenciado pelo governo através de uma entidade designada para tal;
  • Desenvolver soluções de integração de sistemas (middleware) que possibilitará incorporar, de forma automática, os diversos sistemas de informação que irão interagir com os sistemas do Brasil-ID, como, por exemplo, a interface de comunicação com os sistemas da Nota Fiscal Eletrônica. Além disso, o middleware também suportará comunicação padronizada para integração de todos os Leitores de RFID e Sistemas de Comunicação associados que estarão distribuídos pelo território nacional;
  • Especificar, projetar e implantar infraestrutura tecnológica para as Secretarias de Fazenda e Receita Federal para integração com o Brasil-ID;
  • Especificar, projetar e desenvolver softwares especializados para a integração, gestão e geração de dados e controles inteligentes que garantam uma célere e eficaz fiscalização nos postos fiscais, comandos volantes e auditorias nas empresas a partir das interações ocorridas entre os sistemas estruturantes dos Estados e o Brasil-ID;
  • Regulamentar para todo território nacional o uso da tecnologia RFID, visando atender as demandas do segmento de governo e empresarial;
  • Desenvolver sistemas de informação com interface web com diferentes níveis de permissão para garantir acessos restritos a diferentes tipos de informações;
  • Adquirir, desenvolver e implementar toda a infraestrutura tecnológica, para completa operacionalização do Brasil-ID, incluindo servidores, leitores de tags RFID, sensores e atuadores para os postos fiscais, dentre outros.

Fonte: http://www.brasil-id.org.br/

Emissão de CT-e no Estado do Mato Grosso

Terça-feira, 29 de Setembro, 2009

Tendo em vista que o Estado do Mato Grosso até o momento não apresentou condições de convalidar os eventuais CT-e das empresas de transporte, bem como não editou qualquer prorrogação ou suspensão a obrigatoriedade de emissão do documento, a partir da próxima quinta-feira (01/10), a NTC&Logística alerta as empresas de transporte que possuam relacionamentos interestaduais ou tiveram faturamento mensal igual ou superior a R$ 150 mil no ano de 2008 nesse Estado, que apresentem o pedido de suspensão ou prorrogação da obrigatoriedade de emissão do CT-e até a próxima quarta-feira (30/09).

A prorrogação ou suspensão do prazo, que vai até a próxima quinta-feira (01/10), será concedida mediante protocolo tempestivo e válido do formulário, conforme modelo oficial (Portaria nº 112, de 01/07/2009 – DOE-MT de 06/07/09). As causas que poderão ser alegadas pelas empresas estabelecidas no Estado no pedido de prorrogação ou suspensão são: impossibilidade técnica de comunicação digital de dados (ITCDD); impossibilidade técnica de cumprimento do prazo de obrigatoriedade (ITCP); por economicidade (PSE) e impossibilidade apurada de ofício (PSIO).

Fonte: 
NTC&Logística 
28/9/2009

CT-e obrigatório no MT a partir de 01/10/2009

Segunda-feira, 24 de Agosto, 2009

A partir de 1º de Outubro de 2009 transportadoras do Estado do Mato Grosso serão obrigadas a emitir o Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e).

A utilização do CT-e será obrigatória para as transportadoras que tenham registrado faturamento superior a R$ 1,8 milhão em 2008 ou que tenham efetuado prestação de serviço de transporte interestadual no ano passado, independentemente do valor do respectivo faturamento.

O prazo inicial era 1º de Agosto, mas o início de sua vigência foi adiado pelo Sefaz-MT a pedido de empresários do setor, para que as empresas pudessem providenciar os ajustes operacionais necessários em seus sistemas.

Conheça a solução da SOFtran para atender as exigências do CT-e entrando em contato com o nosso departamento comercial: vendas@softran.com.br ou pelo fone (47) 3145-5500.

Links relacionados:
http://www.sefaz.mt.gov.br/portal/cte/
http://www.nfedobrasil.com.br/BlogNfe/index.php/tag/ct-e/

NF-e obrigatória no MT a partir de 01/09/2009

Sexta-feira, 14 de Agosto, 2009

Ficam obrigados à emissão da Nota Fiscal Eletrônica – NF-e os contribuintes mato-grossenses que, no exercício de 2008, auferiram faturamento superior a R$ 1.800.000,00 ou que promoveram saídas de mercadorias em operações interestaduais em valor superior ao equivalente a 5% do total do valor contábil de suas operações, registradas no mesmo ano.

A SOFtran possui a solução para NF-e totalmente integrada ao ERP, o que faz com que o impacto nos processos devido à adoção da Nota Fiscal Eletrônica seja muito menor para seus clientes.

Para mais informações, entre em contato com o departamento comercial da SOFtran pelo e-mail vendas@softran.com.br ou pelo telefone (47) 3145-5500.

Links relacionados:
DECRETO Nº 1.973, DE 02 DE JUNHO DE 2009
Portal NF-e do Estado do Mato Grosso
Portal NF Eletrônica Nacional

Novo Portal

Segunda-feira, 10 de Agosto, 2009

A partir do mês de Agosto, nossos clientes e o mercado Transportador em geral passarão a ter acesso a esta nova ferramenta, proporcionando maior dinamismo, interatividade e o surgimento de um canal de comunicação muito mais eficaz.

Além dos recursos já disponibilizados, destacaremos a utilização de blogs e fóruns, onde serão tratados assuntos relativos a utilização de nossos produtos e serviços no gerenciamento das atividades de empresas dos mais variados portes, segmentos de atuação e modelos de gestão.

Notícias pertinentes ao setor também estarão presentes em nosso novo Portal, além de novidades relacionadas à aplicação de novas tecnologias, desenvolvimento de novos módulos, novos serviços que constantemente buscamos, visando melhorar ainda mais nosso ERP (Enterprise Resource Planning) que é específico e direcionado a um dos mais importantes setores da economia, o Transporte.

Conheça um pouco sobre nossa história ao longo destes 15 anos de existência e descubra alguns dos motivos que levaram algumas das mais representativas empresas a optarem pela SOFtran.